QUEM SOMOS

Somos uma instituição sem vínculo político partidário, criada sob a ótica do Estado laico e respeitamos os direitos esculpidos na Carta da República de 1988. Entendemos que existe um Comando Maior Espiritual que afina o homem, frágil vida humana, com a espiritual. Desta forma não nos permitimos censurar pessoas, instituições, empresas e personalidades, e também não aceitamos comportamento contrário à liberdade, à livre manifestação do pensamento. Deus é o grande criador da vida, mas não esqueçamos da regra maior dos seres humanos, o "arbítrio", que, como a liberdade de pensamento assegurada em lei, impulsiona as consequências individuais entre o pensar, dizer e o fazer como entes livres e universais..

Equipe

A equipe que trabalha duro pelo bem estar comum.

  • Noedson Ney

    Presidente

    Uma vida dedicada ao social Jornalista.

  • Albérico Coelho dos Reis

    Secretário Geral

    Aposentado

  • Adenildes Bizerra

    Diretora Financeira

    Administradora, responde pelas finanças da instituição.

PRIORIDADES

Dentre todos os projetos saiba quais são nossas prioridades.

Direito

Núcleo de Prática Jurídica 100%
Casa de Acolhimento à Mulher 90%
Acolhimento a Adolescentes 80%

Sociais

Acolhimento ao Idoso 100%
Ressocialização do egresso 90%
Movimento Plano 30 80%

Geração de Empregos

Creche Criança Feliz 100%
Ações Culturais 90%
Atenção à Saúde 80%

NOSSOS NUMEROS DESDE 1995

Não somos uma organização nova, estamos trabalhando pelo social desde 1995. Estamos repaginando!

150

Projetos desenvolvidos

3000

Pessoas atendidas

650

PROFISSIONAIS FORMADOS

568

INSTITUIÇÕES ASSESSORADAS

ESTRATEGIA & CRIATIVIDADE

Além dos nossos projetos específicos podemos desenvolver o seu. Fale conosco!.

PROJETOS

Conheça nossos projetos e perspectivas para as mudanças que queremos.

  • IDEHSB lança campanha de venda de máscaras personalizadas para compra de cestas básicas para famílias carentes




    O IDEHSB – Instituto de Desenvolvimento Humano e Social da Bahia, é uma instituição sem finalidades lucrativas, com sede na cidade de Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador.


    Após estudo de caso “COMO AJUDAR AS PESSOAS QUE ESTÃO PASSANDO FOME” no Nordeste brasileiro, em especial as famílias de pessoas de baixa renda do sertão da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco, a fórmula encontrada, inclusive para fugir da mesmice das campanhas costumeiras de arrecadação de alimentos, foi prestar serviços às comunidades e arrecadar recursos financeiros que são revertidos para a aquisição de cestas básicas e doadas a estas famílias.


    Veja como fazer





    SOBRE AQUISIÇÃO DE MÁSCARAS

    O IDEHSB – Instituto de Desenvolvimento Humano e Social da Bahia, é uma instituição sem finalidades lucrativas, com sede na cidade de Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador.

    Após estudo de caso “COMO AJUDAR AS PESSOAS QUE ESTÃO PASSANDO FOME” NO Nordeste brasileiro, em especial as famílias de pessoas de baixa renda do sertão da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco, a fórmula encontrada, inclusive para fugir da mesmice das campanhas costumeiras de arrecadação de alimentos, foi prestar serviços às comunidades e arrecadar recursos financeiros que são revertidos para a aquisição de cestas básicas e doadas a estas famílias.

    Os serviços oferecidos

    • Serviços de Assessoria Jurídica na modalidade Pro bono, quando os nossos Advogados atendem parcelas da população que pode pagar e arrecadam quantias variáveis, que são então destinadas ao projeto.
    • Produção de pão francês (em implantação) que é vendido com redução de 70% do valor de mercado, com o único intuito de alimentar as crianças em estado de subnutrição e demais familiares.
    • Produção de máscaras de contenção do vírus COVID-19, (de uso obrigatório), cuja compra e venda é feita diretamente ao instituto.
    Como ter acesso a estes serviços?

    Para ter acesso a estes serviços basta você entrar em contato com o Instituto através dos meios de contato disponibilizados ou adquirir através do portal a quantidades de máscaras desejadas.

    Destinação dos recursos

    Como afirmado anteriormente, no caso das máscaras o Instituto adquire a matéria prima e com o dinheiro da venda adquire cestas básicas através de processo licitatório externo, aplicando-se a técnica de menor preço. O custo final da máscara é de R$ 10,00 (dez reais), significando que R$ 4,90 (quatro reais e noventa centavos) é o custo de produção da unidade. A diferença é revertida para aquisição das cestas.

    Como comprar as máscaras?

    Você envia um e-mail para institutoidehsb@gmail.com solicitando a quantidade e modelo especificado. Envia dados para confecção, tipo tamanho (se P, M ou G), Recebido o seu pedido, ele será processado para emissão da cobrança que deverá ser efetuada da seguinte forma:

    1. Pagamento através de cartão de crédito/debito de qualquer bandeira;
    2. Depósito bancário na CP nº Agência 0612-2 - Banco do Brasil Conta 16461-5 - Variação 51 - Maria Rejane da Silva
    3. Ou envio como troca por vale refeição – Válido apenas para Salvador, Aracaju
    Prazo de entrega

    Após a confirmação do pagamento o material será enviado pelo Correios, ou a depender da quantidade por transportadora.

    Cadastro para receber as Cestas Básicas

    Os interessados em receber as cestas básicas geradas por este pojeto deverão ser cadastrados pelo serviço social do Instituto e retirarem as cestas mediante recibo no distribuidor da sua região.

  • Estatuto Social do Idehsb























  • Atas e registro

     

















  • EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL

     


  • Projeto de produção e distribuição de alimentos




    O Sistema desenvolve uma série de atividades produtivas de maneira integrada e sustentável.


    Numa área com 3,3 mil metros quadrados, que será adquirida pelo IDEHSB será implantado o projeto de extensão Sistema Integrado para Produção de Alimentos que desenvolverá uma série de atividades produtivas de maneira integrada e sustentável, envolvendo agricultura orgânica, produção de pães, massas e biscoitos, além da implantação de hortas orgânicas.

    A iniciativa, que propõe soluções que viabilizam o uso de pouca água para a produção de alimentos, foi escolhida para demonstrar que iniciativas neste sentido podem ser viabilizadas com custos reduzidos e em espaços pequenos.

    Neste espaço, ainda, considera-se a ideia de através da implantação de piscicultura, criação de galinhas de postura, frangos de corte, codornas, porquinhos da índia e minhocultura que dividem espaço com canteiros de milho, tomate cereja, abóbora e macaxeira, entre outras culturas, mostrar os benefícios do cultivo integrado para o melhor aproveitamento dos recursos naturais pelo produtor rural. 

    Esta não é uma ideia nova, pois, desenvolvido pelo pesquisador Luiz Carlos Guilherme, da Embrapa Meio Norte, no Piauí, de onde se origina o nome do projeto, o Sisteminha propõe ao agricultor aproveitar pequenas áreas para cultivar e colher o alimento para a família, possibilitando também um incremento na geração da renda familiar com a geração de produtos altamente vendáveis em feiras especiais na região.

    A implantação do projeto deverá ter início em agosto de 2021, sob a coordenação de especialistas neste assunto contratados para o desenvolvimento do projeto que contará com estagiários, estudantes de Zootecnia, Agronomia, e outras áreas. Este sistema se caracteriza pelo cultivo sustentável, preservando o meio ambiente e os recursos naturais, promovendo a qualidade de vida e gerando renda.

    Esse projeto tem a capacidade de impactar positivamente um grande numero de pessoas que vivem em regiões de sequeiro, comunidades quilombolas e assentamentos dos municípios vizinhos.



    Veja projeto completo
  • Meio ambiente uma necessidade urgente!




    Ecologia é a parte da Biologia que se preocupa com o estudo das relações estabelecidas entre os seres vivos e destes com o meio ambiente em que vivem. É um termo derivado do grego que foi formado a partir das junções das palavras “oikos” e “logos”, que significam, respectivamente, casa e estudo. Assim sendo, o termo Ecologia faz uma referência ao estudo da “casa” de cada organismo do planeta.

    → Quando o termo Ecologia surgiu?

    O termo Ecologia foi utilizado pela primeira vez em 1866 por um zoólogo alemão chamado Ernst Haeckel, em um trabalho denominado de “Generelle Morphologie der Organismen”. Nessa obra, o autor definiu Ecologia como “o estudo científico das interações entre os organismos e seu ambiente”.

    → Quais são as divisões da Ecologia?

    A Ecologia, de uma maneira geral, pode ser subdividida em dois tipos principais: a autoecologia e a sinecologia. Na autoecologia, o estudo é voltado para um organismo ou espécie, analisando-se seu comportamento e suas características biológicas. A sinecologia, no entanto, trata do estudo de grandes grupos de organismos e suas associações com outros. Assim sendo, ao estudar uma planta em uma dada região, estamos fazendo um estudo autoecológico; em contrapartida, quando estudamos todos os organismos que vivem nessa região e suas interações, estamos fazendo um trabalho sinecológico.




    Conheça o projeto completo
  • O Sonho Do Mundo: Cidade Sustentável. Participe!




    Cidade Sustentável é um conceito que prevê uma série de diretrizes para melhorar a gestão de uma zona urbana e prepará-la para as gerações futuras.


    Para ser sustentável, a administração da cidade deve considerar três pilares: responsabilidade ambiental, economia sustentável e vitalidade cultural.


    Objetivos da Cidade Sustentável

    O principal objetivo da cidade sustentável é evitar o esgotamento do meio ambiente e garantir sua permanência para gerações futuras. Por isso, as políticas públicas devem pensar sempre no futuro.

    Como a maior parte da população mundial vive em zonas urbanas, as cidades se tornaram o epicentro de problemas como a poluição e o desperdício de recursos naturais.

    Por esta razão, são os centros urbanos que devem se reinventar a fim de que o futuro das próximas gerações esteja garantido e seja melhor do que o mundo em que vivemos hoje.




    Veja projeto completo
  • Ambulatório médico terapêutico e holístico




    O Ambulatório Médico Terapêutico e Holístico da Associação proporcionará o acesso da população de baixa renda ao atendimento e aos recursos médico-terapêuticos da medicina antroposófica.


    Com um modelo único no mundo em equipe multidisciplinar antroposófica, conta com cerca de 30 profissionais – sendo metade deles voluntários – que em 2019 realizaram mais de 10.000 atendimentos médicos, terapêuticos e de enfermagem, sendo 64% gratuitos.


    ATENDIMENTOS E ATIVIDADES OFERECIDAS:

    • Consultas: Clínica Geral, Ginecologia, Pediatria, Psiquiatria, Psicologia, Odontologia, Fisioterapia e Fonoaudiologia.
    • Procedimentos de enfermagem.
    • Terapias: Terapias externas, Terapia artística, Massagem rítmica, Euritmia curativa e Aconselhamento biográfico.
    • Palestras abertas ao público com profissionais da saúde.
    • Grupos de apoio.
    • Terapias holísticas

    O Ambulatório será aberto a todos os interessados, moradores ou não das comunidades beneficiadas pelos programas da Associação. Os moradores da região pagam um valor simbólico pelas consultas e, para subsidiar esses atendimentos, o Ambulatório realiza consultas particulares com o público geral, num valor abaixo do praticado nas clínicas antroposóficas.

    O Ambulatório Médico Terapêutico é fruto da iniciativa do IDEHSB para criar um movimento terapêutico e médico nas favelas, que na época não tenham acesso a serviços públicos de saúde. Por meio de parceria com o Sistema Único de Saúde, residentes do SUS acompanharão a rotina do Ambulatório, aprendendo práticas antroposóficas.




    Conheça o projeto completo
  • Comunidade Esportista Mané Garrincha




    Os esportes são saudáveis em qualquer idade. E o quanto antes a pessoa começar a se exercitar, melhor! 


    Quanto maior for a variedade de movimentos que a criança experimentar, melhor será o domínio e o conhecimento que ela terá de seu próprio corpo. É como se ela tivesse uma espécie de inteligência motora, que facilita a aprendizagem de qualquer atividade corporal, não apenas esportiva, mas também de atividades da vida diária, nos estudos e futuras atividades profissionais.

    A prática de esportes (ou desportos) ajuda: no crescimento físico; no amadurecimento emocional (aprender a lidar com os medos e as frustrações); na formação moral (aprender a jogar “limpo”, de acordo com as regras e a ética esportiva); na socialização (aprender a fazer amigos e a jogar em equipe, de forma cooperativa) e no desenvolvimento da inteligência (capacidade de solucionar problemas e tomar decisões sobre a jogada mais adequada para cada situação de jogo).

    Também auxilia na formação da personalidade (aprender a valorizar a si mesmo, descobrindo suas potencialidades e talentos) e influencia as crianças a aprenderem a gostar de fazer exercícios, de forma a adotarem, quando adultos, um estilo de vida ativo – uma das principais recomendações médicas para a manutenção da saúde.




    Conheça o projeto completo
  • O QUE FAZEMOS

    Veja o que fazemos como corporação e os serviços que oferecemos além dos nossos próprios projetos.

    Contatos

    Entre em contato conosco por telefone, e-mail ou redes sociais. Veja detalhes para contato.

    IDEHSB

    • Rua :Guaracema, 755
    • Bairro :Nova Dias D'Ávila
    • Fone :71 99661-9328
    • Dias D'Ávila :Bahia
    • Email :institutoidehsb@gmail.com

    Você pode entrar em contato conosco e com certeza atenderemos a sua demanda

    Atendimento jurídico, social, administrativa e para desenvolvimento de projetos nas áreas de atuação. Ou envie uma mensagem pelo formulário abaixo.